Se eu sou competente, por que fui demitido?

fired.jpg

Em qualquer campo, competência e a capacidade de realizar bem uma tarefa não é tudo o que é preciso para ter sucesso. Presumir que, apenas porque você é bom em uma tarefa especifica, seu emprego está garantido é perigoso. A verdade é que, mesmo aqueles que são os melhores em suas funções correm o risco de perder o emprego por uma razão ou outra. Para aqueles que foram demitidos e estão se perguntando porque isto aconteceu apesar de serem competentes, existem algumas razões que poderiam explicar isso. Às vezes, você nunca saberá o motivo. Dependendo da situação e do indivíduo, isto exige informações as quaais algumas pessoas nunca terão acesso.


Não importa a sua função, você tem que conviver com os outros. Enquanto você pode ter habilidades acima de seus pares, há uma expectativa de amizade e cooperação entre os colaboradores de uma empresa. Qualquer um que cria um ambiente hostil ou desconfortável está correndo o risco de ser demitido. Não importa se você é competente para a função designada, se não conseguir trabalhar com os outros. Isso afeta o ambiente de trabalho e a motivação das pessoas ao seu redor evocê faz parecer menos um membro da equipe.


Se fizer algo inapropriado ou contra as regras, sua competência não irá salvá-lo. Assédio sexual, por exemplo, pode causar sua demissão mesmo se você mostrar habilidades e excelentes resultados. Você afeta os outros colaboradores e  coloca o próprio negócio em risco quando você age de forma.


Desrespeitar aqueles que estão hierarquicamente acima você pode causar problemas, também. Você pode não enxergar o seu comportamento como uma falta de respeito, mas eles podem ter outra opinição a respeito. De insultos à supor que você sabe mais do que o seu chefe pode não cair bem com eles.


Qualquer um dos comportamentos mencionados acima para com os clientes é inaceitável. Se você desrespeita ou age inapropriadamente com o cliente, você traz prejuizo para negócio. Isto pode facilmente custar o seu emprego.


Às vezes, você não é tão competente quanto imagina ser. Algumas pessoas acreditam que suas habilidades são maiores do que realmente são. Nessa situação, você pode não possuir as habilidades ou a capacidade de executar o trabalho tão bem quanto esperado. Outras vezes, você pode ter sido promovido para um nível além de suas habilidades. Talvez, em uma posição inferior, você era competente, mas isso muda quando você sobe na hierarquia, e talvez esteja além do que você pode gerenciar e realisticamente entregar.


Talvez a sua competência não funcione em um sistema novo. Se o negócio muda a maneira como realizam determinadas tarefas e você não consegue adaptar-se, você deixa de ser considerado um colaborador valioso.


Nem todos os motivos de demissão são devido a suas próprias falhas. Na verdade, você pode não ter feito nada de errado mas ainda perdeu seu emprego. A crise econômica faz com que milhares de pessoas percam os seus empregos. Quanto pior a economia é, maior será o risco de perder o emprego.


Outra razão comum e que está fora de seu controle é quando ocorrem mudanças na gestão e os novos gestores querem contratar pessoas novas para a equipe ou sentem que a sua posição não é mais necessária. Podem preferir trazer a sua própria equipe, querer que a posição seja ocupada por amigos e familiares, talvez queiram arranjar alguém mais barato ou até querer elimina-la totalmente.


O patrão pode não gostar de você. Isto pode parecer pouco profissional e pessoal, mas é algo que acontece. Um chefe vai colocar seus próprios sentimentos sobre os do funcionário, e como resultado você pode acabar sendo demitido.


Nem toda demissão tem um motivo. Pessoas podem perder o emprego a qualquer momento, por qualquer motivo. Antipatia pessoal ou incompetência profissional, não é necessário ter uma razão. Você pode não ter qualquer controle sobre isto, e não ter feito nada de errado.